Páginas

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Amei !!!

Receita de Alfabetização



Ingredientes:


1 criança de 6 anos


1 uniforme escolar


1 sala de aula decorada


1 cartilha


Preparo:


Pegue 1 criança de 6 anos, limpe bem, lave e enxágüe com cuidado. Enfie a criança dentro do uniforme e coloque-a sentadinha na sala de aula (decorada com motivos infantis). Nas oito primeiras semanas, sirva como alimentação exercícios de prontidão. Na nona semana, ponha a cartilha nas mãos da criança.


Atenção; tome cuidado para que ela não se contamine com o contato de livros, jornais, revistas e outros materiais impressos.


Abra bem a boca da criança e faça com que ela engula as vogais. Depois de digeridas as vogais, mande-a mastigar uma a uma as palavras da cartilha. Cada palavra deve ser mastigada no mínimo sessenta vezes. Se houver dificuldade para engolir, separe as palavras em pedacinhos.


Mantenha a criança em banho-maria durante quatro meses, fazendo exercícios de cópia. Em seguida, faça com que a criança engula algumas frases inteiras. Mexa com cuidado para não embolar.


Ao fim do oitavo mês, espete a criança com um palito, ou melhor, aplique uma prova de leitura e verifique se ela devolve pelo menos 70% das palavras e frases engolidas.


Se isso acontecer  considere a criança alfabetizada. Enrole-a num bonito papel de presente e despache-a para a série seguinte.


Se isso não acontecer  se a criança não devolver o que lhe foi dado para engolir, recomece a receita desde o início, isto é, volte aos exercícios de prontidão. Repita a receita quantas vezes for necessário. Se não der resultado, ao fim de três anos enrole a criança em um papel pardo e coloque um rótulo: aluno repetente.






Alfabetização sem Receita


Pegue uma criança de seis anos mais ou menos, no estado em que estiver, suja ou limpa, e coloque-a numa sala de aula onde existam muitas coisas escritas para olhar, manusear e examinar.


Sirva jornais velhos, revistas, embalagens, anúncios publicitários, latas de óleo vazias, caixas de sabão, sacolas de supermercado, enfim, tudo o que estiver entulhando os armários de sua casa ou escola e que tenha coisas escritas.


Convide a criança para brincar e ler, adivinhando o que está escrito. Você vai descobrir que ela sabe muita coisa!


Converse com a criança, troque idéias sobre quem são vocês e as coisas que gostam ou não. Depois escreva no quadro algumas coisas que forem ditas e leia para ela.


Peça à criança que olhe as coisas escritas que existem por aí, nas ruas, nas lojas, na televisão. Escreva algumas dessas coisas no quadro.


Deixe a criança cortar letras, palavras e frases dos jornais velhos. Não esqueça de pedir para que ela limpe a sala depois, explicando que assim a escola fica limpa.


Todos os dias leia em voz alta alguma coisa interessante: historinhas, poesia, notícia de jornal, anedota, letra de música, adivinhação, convite, mostre numa nota fiscal algo que você comprou, procure um nome na lista telefônica. Mostre também algumas coisas escritas que talvez a criança não conheça: dicionário, telegrama, carta, livro de receitas.


Desafie a criança a pensar sobre a escrita e pense você também. Quando a criança estiver tentando escrever, deixe-a perguntar ou ajudar o colega. Aceite a escrita da criança. Não se apavore se a criança estiver comendo letras. Até hoje não houve caso de indigestão alfabética.


Invente sua própria cartilha, selecione palavras, frases e textos interessantes e que tenham a ver com a realidade da criança. Use sua capacidade de observação, sua experiência e sua imaginação para ensinar a ler. Leia e estude sempre e muito.



Ah lógico , os meu creditos ao blog bala de goma , eu recomendo , é muito bom !!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Atividades para o 1º ano ALFABETO E NOME .







BRINCADEIRA : QUERO VER QUEM É ESPERTO

CANTAR NA MELODIA CIRANDA , CIRANDINHA .

QUERO VER QUEM É ESPERTO 
E NA RODA VAI ENTRAR 
ATENÇÃO AGORA AOS NOMES 
QUE NO CENTRO VOU JOGAR .



O prof  canta e as crianças sentadas ao chão , enquanto canta o prof joga os crachás ao centro , ao final  os alunos deverão se levantar e pegar o crachá com o nome .
A prof diz : Levante as fichas quem tem :
-Tem o nome  com quatro letras ?
-Qual o nome  que começa com F ?
-Qual o nome tem o pedacinho MA?
-Qual o nome maior?
-Quantas vezes vc abre a boca para falar?

Música para a apresentação dos alunos 1º ano BRINCADEIRA DO CHAPÉU .

EU FUI NA BAHIA COMPRAR UM CHAPÉU , DA COR  DA LUA , DA COR DO CÉU .
NÃO É PARA MIM , NÃO É PARA NINGUÉM , É PARA O __________________
QUE EU QUERO BEM .

( CANTAR COM AS CRIANÇAS E IR PASSANDO UM CHAPÉU FEITO DE REVISTA )


OUTRA VERSÃO 


FUI NA LOJA COMPRAR UM CHAPÉU 
SÓ ENCONTREI UM DE PAPEL 
JÁ ME DISSERAM QUE NOME ELE TEM 
É O ______________________
QUE EU QUERO BEM !!!!!!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Não sou mãe , mas um dia eu farei tudo isso com muito prazer .

Algumas dicas bem práticas??? 
  •  Abrace seu filho e diga como ele é importante.
  • Ouça o que ele fala e valorize o que ele faz.
  • Leia ou brinque com ele. Qualidade de tempo não tem nada a ver com quantidade.
  • Diga que o ama e faça-o sentir-se amado.
  • Dê limites e diga Não (amar também é dizer não).
  • Estipule horários e siga-os (pelo menos durante a semana). Rotina é importante.
  • Quando der um castigo, explique o porquê e quando termina.
  • Respire fundo antes de agredir seu filho verbalmente, ele não tem culpa dos dissabores diários do adulto.
  • Agressão física, nem pensar!
  • Valorize sempre o que ele faz e nunca, nunca o compare com outras crianças. Ele é único e maravilhoso.
  • Revise a mochila e o material escolar diariamente.
  • Participe da rotina escolar de seu filho ajudando-o nop tema de casa, trabalhos ou coleta de materiais.
  • Prepare um lanche, um suco, uma garrafinha com água e lembre-o de levar para a escola, isso o faz sentir-se especial.
  • E muito importante: participe dos eventos escolares, reuniões, busque seu filho na escola ou espere-o no ponto do ônibus escolar. Esses gestos o fazem sentir-se protegido.

Regras e combinados Sem a palavra não .








Numerais da turma da Mônica









quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

visitantes on line